Como entender o cálculo do IMC

by Jaqueline on April 19, 2011

Cálculo do IMC

Cálculo do IMC

Você acha que está um pouco acima do peso ideal, quer se livrar de algumas gordurinhas extras e ouviu falar que o cálculo do IMC – Índice de Massa Corporal – pode servir para verificar como está a sua saúde. Mas, antes de começar a fazer contas, se confundiu, ficou com algumas dúvidas e precisa de informações.

O cálculo do IMC – que muitas vezes também é escrito como Índice de Massa Corpórea – é um indicador. Ele faz uma conta entre o seu peso total pela sua altura elevada ao quadrado e apresenta um resultado. Esse resultado é conferido em uma tabela, com diversas escalas e margens, que vai dizer onde você se encaixa. O cálculo do IMC é a seguinte:

IMC = Peso/Altura

A conta é feita considerando o seu peso em quilos e sua altura em metros, com duas casas decimais. Munido do resultado você confere a sua situação na tabela. O problema é que as tabelas vistas na internet raramente apresentam sugestões do que pode ser feito para lidar com a situação, e geralmente apenas trazem a indicação do resultado do cálculo do IMC da pessoa. Aqui vai uma tabela que apresenta algo além dos níveis de peso e sobrepeso, como algumas sugestões de como tratar o problema. Veja a tabela abaixo:

IMC CLASSIFICAÇÃO O QUE FAZER?*
< 18,5 Indivíduo magro Melhorar a alimentação.
18,5 ó 24,9 Indivíduo saudável Manter a alimentação balanceada;

Exercícios físicos leves.

25,0 ó 29,9 Indivíduo com sobrepeso Restrição de calorias na alimentação;

Exercícios físicos leves.

30,0 ó 34,9 Indivíduo com obesidade leve Restrição de calorias na alimentação;

Exercícios físicos leves;

35,0 ó 39,9 Indivíduo com obesidade severa Restrição de calorias na alimentação;

Exercícios físicos leves;

Possível uso de medicamentos;

Possibilidade de cirurgia.

>= 40 Indivíduo com obesidade mórbida Restrição de calorias na alimentação;

Exercícios físicos leves;

Tratamento com medicamentos;

Eventual cirurgia.

*Procure sempre orientação médica especializada antes de levar a sério qualquer uma dessas sugestões.

De qualquer maneira, tenha em mente que o cálculo do IMC é apenas um indicador – não muito preciso – da situação do seu peso. Muitos outros fatores devem ser considerados – se esse peso é composto de massa magra ou gorda, nível de gordura, etc. – antes que se possa taxar uma pessoa como obesa por meio do cálculo do IMC. Ele foi criado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como um simplificador, para que as pessoas possam ter uma referência da sua situação de maneira simples para, a partir daí, buscarem uma orientação profissional ou um tratamento médico. Enfim, o cálculo do IMC é útil e funciona sim, apenas não deve ser o único indicador utilizado.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Leave a Comment

Previous post:

Next post: